• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Festival Literário Minha Língua, Minha Pátria celebra a literatura de língua portuguesa em Salvador




    Adriana Calcanhotto, José Bernardes, Gregorio Duvivier, Joana Gorjão Henriques, Ana Margarida de Carvalho, Wlamyra Albuquerque e Patrícia Portela são os nomes confirmados para a edição do festival em Salvador.


    O Instituto Eva Herz promove, no mês de novembro de 2017, o Minha Língua, Minha Pátria – festival literário que reúne escritores de Portugal, Brasil e Moçambique em Salvador e São Paulo. O objetivo é mostrar a nova produção literária em língua portuguesa e debater a obra consagrada de autores como Mia Couto, Milton Hatoum, e de clássicos como Luís de Camões. A capital baiana sedia o evento entre os dias 10 e 12 de novembro, no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Salvador Shopping.

    Simone Duarte, curadora do festival, declara que a ideia é promover mais debates e encontros de escritores entre os países de língua portuguesa, e transformar o Minha Língua, Minha Pátria num evento anual, com mais países e em mais cidades brasileiras. “Sempre num ambiente informal e descontraído, o público brasileiro poderá descobrir escritores menos conhecidos e ao mesmo tempo ter acesso aos mais aclamados num diálogo literário entre países que falam a mesma língua”.

    Programação em Salvador

    Na Bahia, onde a primeira esquadra portuguesa chegou em 1500, tem início o festival com a poesia de Camões e sua relevância no século XXI, numa conversa entre Adriana Calcanhotto, atualmente embaixadora da Universidade de Coimbra no Brasil, e José Bernardes, diretor da Biblioteca da Universidade e um dos maiores estudiosos da obra de Camões. No segundo dia, partiremos para a literatura portuguesa da atualidade para debater o racismo, justamente no mês da consciência negra. A jornalista Joana Gorjão Henriques, que esteve na FLIP e escreveu o livro Racismo em português, e a escritora Ana Margarida de Carvalho, cujo livro Não se pode morar nos olhos de um gato é um dos finalistas do Prêmio Oceanos, conversam com a historiadora da Universidade Federal da Bahia Wlamyra Albuquerque. A edição baiana tem encerramento com o encontro entre a poesia do brasileiro Gregorio Duvivier e a obra da escritora Patrícia Portela, num dueto entre Portugal e Brasil. 

    SERVIÇO

    Salvador 

    · Sexta-feira, 10 de novembro de 2017, às 19h30

    Camões e o poder da poesia no século XXI, com Adriana Calcanhotto e José Bernardes.


    · Sábado, 11 de novembro de 2017, às 16h

    Racismo da realidade à ficção: uma perspectiva feminina com Joana Gorjão Henriques e Ana Margarida de Carvalho. Moderadora: Wlamyra Albuquerque. 


    · Domingo, 12 de novembro de 2017, às 16h

    Dueto transatlântico com Gregório Duvivier e Patrícia Portela. Moderadora: Simone Duarte


    Teatro Eva Herz, Livraria Cultura – Salvador Shopping

    Avenida Tancredo Neves, 2.915 - Piso 2

    Caminho das Árvores – Salvador/BA



    ENTRADA FRANCA


    Como participar:

    No local: Os ingressos serão distribuídos 2 horas antes do inicio de cada evento.

    Pela internet: todos os encontros serão transmitidos pela internet. Você poderá assisti-los no Facebook do Instituto Eva Herz.

    Lei de incentivo a cultura

    Plano Anual Instituto Eva Herz

    Realização: Instituto Eva Herz, Out of Paper e Ministério da Cultura

    Produção: LC Produção Cultural

    Patrocínio: Cateno 

    Apoio: Livraria Cultura




    0 comentários: