• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Festival de Música Instrumental da Bahia segue no Museu Náutico





    Após quatro noites de ótimas atrações no Teatro Castro Alves, o XXI Festival de Música Instrumental da Bahia segue em segunda fase no Museu Náutico (Farol da Barra), todas as quintas, a partir do dia 16, sempre às 19h. O som do Quarteto de Trombones da Neojibá – Modap e a palestra sobre astronomia Identificando as Constelações, de Fernando Munaretto, abrem a programação da segunda etapa do festival. As apresentações ocorrem até o mês de julho e terão o valor de R$ 15 (inteira) e R$ 7,50 (meia).

    Fernando Munaretto atua com educação e divulgação da astronomia, ministrando palestras e observações do céu ao ar livre na Chapada Diamantina, em sessões na cúpula do Planetário do Museu Parque do Saber, e em sítios históricos de Salvador como o Forte de Santo Antônio da Barra, sede do Museu Náutico e Farol da Barra. Ele também escreve para o blog O Guardador de Estrelas, do portal iBahia. 

    Logo após a palestra, o Modap – Quarteto de Trombones da Neojibá se apresenta levando repertório tradicional, original e popular, erudito e brasileiro para o trombone na prática da música de câmara. Criado em 2014, o quarteto é composto por Michele Ginardi, Otávio Correa, Pedro Degaut e David Santos.

    Nas próximas semanas de apresentação, o público poderá conferir as seguintes atrações: Grafilds-Samba, Choro e Gafieira, no dia 30, Acorda OSopro Duo no dia 7 de julho, Hermógenes Araújo, dia 14 de julho, e Grupo Ventarolla finalizando no dia 21 de julho.

    O XXI Festival de Música da Bahia é uma realização da Associação Instrumental da Bahia e tem o apoio financeiro o Governo do Estado através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Faz parte do calendário de eventos culturais do Estado com a curadoria do maestro Zeca Freitas e do pianista e ator Fernando Marinho.

    0 comentários: