• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Coleção Matilde Matos chega ao Palacete das Artes




    O Palacete das Artes abriu hoje, dia 17 de dezembro, às 19h, a exposição “Coleção Matilde Matos”. A mostra conta com 80 obras doadas ao Estado, para fins de conservação, manutenção e exposição. Na mesma noite será lançado o documentário “Matilde Matos: a arte do silêncio”; e intervenções surpresas, realizadas por alguns artistas, em homenagem a uma das maiores críticas de arte e mecenas do Brasil.

    A coleção de Matos foi doada ao Governo da Bahia, após o encerramento das atividades da escola e galeria de arte EBEC, no ano passado. Fundada em 1960, a instituição foi uma das que mais movimentou o setor cultural, tanto das artes visuais quanto da área musical. A partir de 2003, Matilde Matos assumiu a curadoria da escola, tendo como produtora e assessora de imprensa, sua filha, Claudine Toulier, e abriu espaço e caminho para muitos artistas baianos.

    Agora, os artistas, em forma de agradecimento a Matilde e a Claudine, presentearam ambas com suas obras. Dentre os artistas estão Bel Borba, César Romero, Chico Mazzoni, Leonel Mattos, Giovana Dantas, Mario Cravo Jr., Sérgio Rabinovitz, Hilda Salomão, Márcia Magno, Maria Adair, Graça Ramos, Guache Marques, Ramiro Bernabó e Edison da Luz.

    O diretor do Palacete das Artes, Murilo Ribeiro, agradece a coleção no museu em nome dos artistas plásticos: “Nós, artistas plásticos da Bahia, órfãos não fomos. Tivemos uma mãe, uma grande amiga que a todos incentivou, apoiando e divulgando nossos trabalhos, expondo-os, recebendo-nos e acolhendo-nos em sua casa, fazendo dela a nossa casa. Assim é Matilde, generosa e com a incrível capacidade de perceber o potencial de cada um, fazendo questão de divulgar a arte visual, considerada por ela como “a arte do silêncio””.

    Além das obras doadas a Matilde na EBEC Galeria de Arte, a curadora da exposição, Claudine Toulier, seguindo o caminho da sua mãe, convidou os consagrados e novos artistas por ela selecionados, para participarem desta grande homenagem. “É com muita satisfação que assino a curadoria da “Coleção Matilde Matos”, aos poucos construída com as obras carinhosamente doadas à minha mãe”. 

    O documentário “Matilde Matos: a arte do silêncio”, dirigido por Kithi Oliveira, é resultado de uma criação coletiva que contou com vários depoimentos de artistas, apreciadores de arte e amigos, sobre o convívio diário com Matilde e as artes visuais baianas. “O que me chama atenção e ‘salta os olhos’ em Matilde Matos é a sua capacidade de transgressão ao tentar realizar o ‘ainda-não-ousado’, e consequentemente a sua contribuição em provocar o universo feminino enquanto capacidade de produção intelectual, ativa e transformadora do meio em que vive”, complementa Kithi.

    Matilde Augusta de Matos, nascida em Caicó – Rio Grande do Norte em 1927, em 1933 fixou residência na Bahia. A leitura a acompanha desde a infância. Em 59 assinava crônicas dia sim dia não, no novo Jornal da Bahia de João Falcão. Manteve a coluna no jornal até 62, quando foi dirigir uma EBEC instalada no Rio. Ao voltar em 68, passou a abordar os assuntos artísticos e culturais, na dupla pagina central do Jornal da Bahia aos domingos. Comentava os trabalhos dos artistas, fazia entrevistas e reportagens, divulgava de toda maneira a arte que faziam. Entre 71 e 77 Matilde participou da Bienal de São Paulo. Fez centenas de apresentações de artistas para catálogos. Livros publicados: “Fernando Oberlaender – Pintura e Tradução Poética” (2001) e o livro de crônicas “A Cidade e as Gentes” (2004) e “50 Anos de Arte na Bahia” (2010). Atualmente, dirige e faz a curadoria e montagens de diversas exposições.


    SERVIÇO:

    Exposição “Coleção Matilde Matos”
    Documentário: “Matilde Matos: a arte do silêncio”
    Abertura: 17 de dezembro, às 19h
    Visitação: Seg a sex, das 13 às 19h e
    Sábado, dom e feriado, das 14 às 19h
    Palacete das Artes
    Rua da Graça, 284 / Contato: 71 3117-6997


    Fonte: Cleide Nunes - Assessoria de Imprensa

    0 comentários: