• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    "Arte, Tesão e Outras Transas"




    A oitava edição do projeto IC – INTERAÇÃO E CONECTIVIDADE é excitante e literalmente ousada. Entre os dias 21 e 30 de agosto, Salvador será mobilizada por uma grade de atrações desenvolvida a partir de uma irreverente perspectiva curatorial: “Arte, Tesão e Outras Transas”. Serão dez dias de intensa produção e diálogo artístico com espetáculos internacionais e nacionais, incluindo uma obra infantil, e outros desbundes criativos: projetos de arte, encontro musical e oficinas. O projeto envolve atividades gratuitas ou a preços populares, com ingressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia). 

    Um momento de destaque do evento acontecerá no dia 22 de agosto (sexta-feira), às 22h, na Amsterdam Pop Club, com a ação Conectivos Musicais, que trará um surpreendente encontro musical: a cantora de axé music Sarajane sobe ao palco com a dupla Tropical Selvagem, formada pelos músicos Ronei Jorge e João Milet Meirelles, com suas canções que se expandem entre o pop e o experimental. A discotecagem fica a cargo do músico curitibano Rodrigo Lemos.



    Segundo Jorge Alencar, um dos artistas responsáveis pela curadoria do IC8, falar em arte, tesão e outras transas é voltar a pensar naquilo que nos move como pessoas e artistas, além convidar o público a encontrar criações contemporâneas feitas com paixão, desbunde e muito desejo. 

    O espetáculo “Pindorama”, da Lia Rodrigues Cia. de Danças (RJ), aterrissa pela primeira vez em Salvador e concretiza a perspectiva do evento. Movido pelo questionamento da vida em conjunto – quais os limites e singularidades? –, a obra marca a abertura da programação e fica em cartaz nos dias 21 e 22 de agosto, às 20h, na Quadra do IFBA, com entrada franca. Lia Rodrigues é considerada um das mais relevantes artistas do cenário de dança contemporânea nacional. Fundadora do Centro de Artes da Maré, na Favela da Maré (Rio de Janeiro), ela traz o espetáculo que estreou, em novembro de 2013, no Festival d’Automne de Paris e, desde então, já completou 50 apresentações entre Brasil, Bélgica, Alemanha e Portugal. 

    Outro ponto forte da discussão sobre o lugar da sexualidade contemporânea através do regime do olhar é o espetáculo “Reproduction” (Alemanha/Hungria), dirigido pela húngara Eszter Salamon. Originalmente desenvolvida em 2004, a coreografia será remontada especialmente no IC8 com bailarinas brasileiras performando o lugar do masculino (drag kings). As apresentações acontecerão no Instituto Feminino, nos dias 28 e 29 de agosto, às 20h. 

    Para encorpar mais a diversidade de linguagens, a prata da casa assume a tarefa de fazer o público rir de si mesmo: a obra coreográfica “Tombé” (BA), dirigida por Jorge Alencar, é uma espécie de stand up dance comedy, que se reinventa há 12 anos e cria novas palavras, tags, movimentos e relações de poder. A peça encerra o encontro, no dia 30 de agosto, às 20h, no Teatro SESC-SENAC Pelourinho. Além disso, o público infantil tem lugar garantido na grade de atrações do festival. No espetáculo “Buraco” (SP/BERLIM), três performers levam os pequenos para uma jornada cheia de aventuras: apresentação única no dia 24 de agosto, às 17h, no Teatro do ICBA.


    NOVIDADES EM 2014

    Duas grandes novidades movimentam a edição do evento em 2014: Discoreografia e Curta Teatro. No primeiro caso, artistas reconstituem suas trajetórias artísticas em programas de webrádio, através de músicas que marcaram as suas carreiras. Em cada programa, Elisabete Finger, criadora da produção, recebe um convidado que costura suas histórias, memórias e projetos artísticos. O IC8 produzirá três programas do Discoreografia com criadores participantes do festival: Lia Rodrigues (22/8), Neto Machado (26/8) e Raul Rachou (28/8). 

    No Curta Teatro, projeto criado no Recife em 2010 pelos atores Kleber Lourenço e Sandra Possani (Visível Núcleo de Criação), diretores de cinema exploram a experiência da direção ao vivo com dançarinos e atores. Na experiência do IC8, pela primeira vez quatro cineastas terão oportunidade de se colocarem em outro lugar na criação, trazendo ao ambiente performativo uma percepção renovada e arriscada. No dia 25 de agosto, Cláudio Marques e Marília Hughes (BA), diretores do longa-metragem “Depois da Chuva”, experimentam elementos de um novo projeto documental, com a ação “A Casa de Dimitri”. Já no dia 26, Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira (PE) apresentam a ação “Carro Rei” e mergulham em propostas de um novo longa-metragem, após a sessão especial do filme “Amor, Plástico e Barulho”, dirigido pela dupla. 



    PROGRAMAÇÃO 

    PINDORAMA – LIA RODRIGUES CIA. DE DANÇAS (RJ)
    21/8 E 22/8 (QUINTA E SEXTA) – 20H – QUADRA DO IFBA

    FOLE – MICHELLE MOURA (PR)
    23/8 (SÁBADO) – 20H – TEATRO DO ICBA

    BURACO – ELISABETE FINGER (SP/BERLIM)
    24/8 (DOMINGO) – 17H – TEATRO DO ICBA

    TIRA MEU FÔLEGO – ELISA OHTAKE E CONVIDADOS (SP)
    27/8 (QUARTA) – 20H – TEATRO DO ICBA

    REPRODUCTION – ESZTER SALAMON (ALEMANHA/HUNGRIA)
    28/8 E 29/8 (QUINTA E SEXTA) – 20H – INSTITUTO FEMININO DA BAHIA

    SOBRE EXPECTATIVAS E PROMESSAS – ALEJANDRO AHMED (SC)
    28/8 E 29/8 (QUINTA E SEXTA) – 20H – TEATRO DO ICBA 

    TOMBÉ – JORGE ALENCAR (BA)
    30/8 (SÁBADO) – 20H – TEATRO SESC-SENAC PELOURINHO 

    · CONECTIVOS MUSICAIS

    SARAJANE + TROPICAL SELVAGEM (RONEI JORGE E JOÃO MILET MEIRELLES) + RODRIGO LEMOS
    22/8 (SEXTA) - 22H - AMSTERDAM POP CLUB


    · CONECTIVOS CRÍTICOS

    THEREZA ROCHA (RJ) + LEONARDO FRANÇA (BA)
    Videocríticas experimentais na ICTV

    MÁSSIMO CANEVACCI – LANÇAMENTO DO LIVRO SINCRÉTIKA (ITÁLIA/BRASIL)
    24/8 (DOMINGO) – 19H – ICBA

    · PROJETOS

    DISCOREOGRAFIA: MÚSICA, DANÇA E BLÁ, BLÁ, BLÁ – ELISABETE FINGER
    22/8 (SEXTA), 26/8 (TERÇA) e 28/8 (QUINTA) – 17H – ALIANÇA FRANCESA


    CURTA TEATRO
    A CASA DE DIMITRI: CLÁUDIO MARQUES E MARÍLIA HUGHES (BA)
    25/8 (SEGUNDA) – 20H – CASA-MUSEU SOLAR SANTO ANTÔNIO

    CARRO REI: RENATA PINHEIRO E SÉRGIO OLIVEIRA (PE)
    26/8 (TERÇA) – 20H – ICBA

    Fonte: Comunicação Dimenti 



    0 comentários: