• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Expoente do blues rock baiano, Eric Assmar faz curta temporada no Pelourinho em abril




    Em abril, um dos mais novos nomes do blues na Bahia, Eric Assmar, se apresenta nos palcos do Pelourinho, em temporada que antecede turnê pelo sudeste do Brasil. A temporada “Eric Assmar Trio no Pelô” começou dia 05 de abril  no Largo Quincas Berro D’Água, e agora volta no dia 11 de abril (sexta) no Largo Pedro Archanjo. O  show começa pontualmente às 21h e a entrada é franca. 

    Com sua banda, Eric Assmar Trio, o músico segue apresentando o repertório do seu primeiro disco, autointitulado, lançado em 2012. Gravado ao vivo no estúdio “Em Transe” sob a produção, mixagem e masterização de Álvaro Assmar e do próprio Eric Assmar, este álbum de estreia preserva toda a integridade de uma performance ao vivo inspirada nos “power trios” – nome dado a bandas que apresentam formação composta por guitarra, baixo e bateria – de blues/rock dos anos 1960 e 70. A proposta audaciosa, inteiramente autoral, traz toda “crueza” e simplicidade que todo “power trio” deve ter.

    Nos shows, o trio executa na íntegra o repertório do disco, buscando trazer a atmosfera das canções e a espontaneidade dos improvisos para o público do Pelô. A formação conta com Eric Assmar (guitarra/voz), Rafael Zumaeta (baixo) e Thiago Brandão (bateria). A temporada antecede os planos de Eric Assmar para 2014, que além de fazer shows fora de Salvador, participa da gravação do disco “The Old Road”, sexto álbum de Álvaro Assmar, com lançamento previsto para o segundo semestre. No disco, também assina a composição de uma música, “Nothin More Than The Blues”.

    A temporada “Eric Assmar Trio no Pelô” é uma realização da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia através do Centro de Culturas Populares e Identitárias.


    SERVIÇO 

    Eric Assmar Trio no Pelô 
    Dia 11 de abril (sexta-feira), às 21h, Largo Pedro Archanjo (Pelourinho) 
    Entrada franca 

    Realização: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia através do Centro de Culturas Populares e Identitárias


    Fonte: Ana Camila - Assessoria de Imprensa

    0 comentários: