• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Bienal de Jovens Criadores dos países de língua portuguesa



    Em sua sexta edição, primeira realizada no Brasil, a Bienal de Jovens Criadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) será aberta oficialmente na próxima terça-feira (03), às 17h, no Teatro Castro Alves (TCA), no bairro do Campo Grande, em Salvador. 

    A solenidade contará com a participação dos ministros Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República (SGPR), e Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), da secretária nacional de Juventude (SNJ), Severine Macedo, e do governador Jaques Wagner. Também estarão presentes os secretários estaduais de Relações Institucionais (Serin), Cezar Lisboa, e da Cultura (Secult), Albino Rubim, entre outras autoridades.

    Com o tema “Política de Juventude e Cultura Livre”, o evento reunirá jovens de sete países que integram a CPLP (São Tomé e Príncipe, Portugal, Angola, Moçambique, Timor Leste, Cabo Verde e Brasil), com idades entre 18 e 35 anos. Eles apresentarão projetos, previamente selecionados, relacionados às diversas linguagens artísticas, como dança, música, teatro, audiovisual e literatura. 

    Dos 35 trabalhos brasileiros escolhidos, seis são do estado da Bahia. A relação dos selecionados está disponível nos sites www.juventude.gov.br/bienalcplp e www.serin.ba.gov.br, assim como a programação da Bienal, que segue até sábado (7), com conferências, oficinas temáticas, mostras e shows, no Complexo Cultural dos Barris e nos equipamentos do Pelourinho.

    Segundo o secretário Cezar Lisboa, a Bienal proporcionará a expressão da criatividade da juventude e contribuirá para a troca de experiências entre os países participantes. “Esta é uma oportunidade de intercâmbio entre as culturas dos povos de língua portuguesa, que têm uma formação muito semelhante e vínculos por várias razões”.

    Para o secretário Albino Rubim, o evento tem enorme relevância “não só por articular juventude e cultura livre, como também por reforçar o papel da Bahia como lugar de encontro de culturas, em especial negras, dado que a maioria dos países da CPLP tem forte presença da cultura negra. Assim, combinamos tradições e culturas contemporâneas".


    Sobre a Bienal

    A Bienal dos Jovens Criadores da CPLP é uma realização da Secretaria-Geral da Presidência da República, por meio da Secretaria Nacional de Juventude, dos ministérios da Cultura e dos Esportes e do Itamaraty, em parceria com as secretarias estaduais de Relações Institucionais, via Coordenação de Políticas de Juventude, e da Cultura (Secult).

    Também participaram do processo a extinta Secretaria de Relações Internacionais (Serinter) e as secretarias estaduais de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), do Turismo (Setur) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

    A ideia é consolidar esse espaço enquanto fórum de diálogo, intercâmbio multicultural e artístico entre os jovens dos países lusófonos, incentivando, apoiando e promovendo sua criatividade, inovação e empreendedorismo.


    Fonte: Assessoria de Comunicação
    Secretaria de Cultura da Bahia – Secult/BA

    0 comentários: