• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    MAM-BA apresenta exposições que estabelecem diálogos com a cidade




    O Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) abre na quinta-feira, 20, às 19h, duas novas exposições, que estabelecem um diálogo entre a história e o contexto atual da Bahia. Esquizópolis procura entender a produção da arte e da cultura baianas a partir do contexto histórico sob o qual foram produzidas (o desenvolvimento urbano de Salvador, com a ocupação das regiões do Iguatemi, Avenida Paralela e adjacências, os condomínios fechados, a expansão dos shoppings e o projeto do metrô, entre outros). Já Tupy Todos os Dias retorna às propostas artísticas de Juarez Paraíso, tecendo urbanidade e cultura popular em um tecido que busca endereçar a relação entre arte e cotidiano. 

    Esquizópolis mostra de que modo essas obras podem ser entendidas a partir dos acontecimentos ocorridos na capital baiana, que cria um modelo de desenvolvimento urbano para todas as cidades do Estado. Combinando os trabalhos premiados nos Salões de Artes Visuais da Bahia 2012 e um recorte do acervo do MAM-BA – obras que foram vencedoras das edições dos Salões de Arte da Bahia, realizados pelo museu entre 1994 e 2008 –, a exposição possui, como proposta curatorial, o empreendimento de uma análise crítica sobre o processo de desenvolvimento urbano e humano das cidades, compondo um diálogo com outros espaços, colocando o museu à disposição do público fora do Solar do Unhão. A mostra é resultado da parceria entre o Museu de Arte Moderna da Bahia e a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). 

    Atualmente, o MAM-BA está trabalhando de acordo com uma proposta de externalização de projetos, possibilitando a realização de eventos ligados ao museu em espaços externos a ele. Neste sentido, parte da exposição Esquizópolis acontecerá no Museu Náutico da Bahia, no Farol da Barra, que mantém um diálogo direto entre seu acervo e a proposta curatorial da exposição. 

    A mostra segue em cartaz até 1º de setembro. No MAM-BA, a visitação acontece de terça a sexta, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h. Já no Museu Náutico, a exposição pode ser vista de terça a domingo, de 8h30 às 19h. Durante o mês de julho, a visitação pode ser feita todos os dias da semana. 

    Já Tupy Todos os Dias será a segunda exposição a integrar o projeto A Sala do Diretor – que cria um espaço de exibição e uma plataforma para o encontro e diálogo entre o museu, o público e a comunidade artística e conta com trabalhos de diferentes gerações de artistas, que dialogam com a aproximação entre a arte e o ambiente, natural ou mental, de cada um. Sante Scaldaferri, Gaio, Almandrade e Tuti Minervino são apenas alguns entre os dez selecionados para este recorte, que figurarão ao lado da pintura “O Touro - Boi na floresta”, da modernista Tarsila do Amaral. A obra, que integra do acervo permanente do MAM-BA, volta a ser exposta no museu quatro anos após a sua última exibição, na mostra Coleção MAM-BA: 50 anos de arte brasileira. 

    Tupy Todos os Dias fica em cartaz na Sala do Diretor até o dia 30 de agosto, com visitação gratuita de terça a sexta-feira, das 14h às 18h. 


    Serviço: 

    Mostra Esquizópolis 
    Abertura: 20 de junho, às 19h 
    Visitação: de 21 de junho a 1º de setembro 
    No MAM-BA: Terça a sexta-feira, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h. 
    No Museu Náutico: Terça a domingo, das 8h30 às 19h. No mês de julho, a visitação pode ser feita durante todos os dias da semana. 
    Onde: Galeria 3 e Capela | MAM-BA; Museu Náutico da Bahia | Farol da Barra 


    Mostra Tupy Todos os Dias 
    Abertura: 20 de junho, às 19h 
    Visitação: de 21 de junho a 30 de agosto. De terça a sexta-feira, das 14h às 18h 
    Onde: Sala do Diretor | MAM-BA



    Fonte: Nucleo de Comunicação MAM-BA 


    0 comentários: