• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Carybé, Verger & Jorge – Obás da Bahia




    Acontecerá HOJE (26/9) às 19h, no Museu de Arte Moderna da Bahia – MAM/Ba, o coquetel Os amigos visitam Jorge, que marca o lançamento do livro Carybé, Verger & Jorge – Obás da Bahia, último da trilogia Entre Amigos. A coleção, cujo selo foi criado e editado pela Fundação Pierre Verger e pela Solisluna Editora, conta com o patrocínio da Odebrecht, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. 

    O livro Carybé, Verger & Jorge – Obás da Bahia, além de celebrar a arte e a amizade existentes entre esses personagens e comemorar o centenário de Jorge Amado, escritor que tão bem soube descrever a Bahia, seus costumes e encantos, tem como foco o candomblé, religião dos antepassados e onde os três foram agraciados com um dos títulos mais respeitáveis da crença africana: Obás, ministros de Xangô, amigos e protetores dos terreiros. O cargo foi dado pela iyalorixá Mãe Senhora, no Ilê Axé Opô Afonjá, um dos terreiros mais reverenciados da Bahia. 

    Neste livro, costurado por textos de Jorge Amado, o leitor verá fotos e traços de Verger e Carybé sobre o tema e tomará conhecimento sobre o culto aos Orixás, os significados de um terreiro baiano e o papel desempenhado por algumas iyalorixás, Mães de Santo, sacerdotisas de tradicionais terreiros da Bahia. Os três personagens utilizaram a própria arte para descrever o cotidiano das Casas de Santo: Carybé ilustrou, Verger fotografou e Jorge Amado descreveu os hábitos e crendices do povo de Axé. É de Pierre Fatumbi Verger uma das frases mais emblemáticas ditas em uma época em que cultuar os orixás era considerado crime. "O Candomblé é para mim muito interessante por ser uma religião de exaltação à personalidade das pessoas. Onde se pode ser verdadeiramente como se é, e não o que a sociedade pretende que o cidadão seja. Para pessoas que têm algo a expressar através do inconsciente, o transe é a possibilidade do inconsciente se mostrar", disse o etnólogo. 

    A obra encerra com maestria a trilogia Entre Amigos iniciada com o livro Carybé & Verger – Gente da Bahia, em 2008, que trata da alegre e fraterna amizade desses dois viajantes que renasceram na Bahia e retrataram o dia a dia da gente mais simples de Salvador e do Recôncavo. Na segunda obra, Carybé, Verger & Caymmi – Mar da Bahia, lançada em 2009, o leitor percebe o colorido das fotos em preto e branco da velha Rolleyflex de Verger, bem como toda a riqueza dos traços singulares de Carybé, prenhes de movimento e poesia que retratam o cotidiano da época em que as velas dos saveiros enfeitavam o azul das águas da Baía de Todos os Santos. Toda essa riqueza foi embalada no livro pelas magníficas canções praieiras de Caymmi, que acabaram servindo como trilha sonora para a obra. 

    “Carybé, Verger & Jorge – Obás da Bahia descreve a interação entre Carybé e Verger, que vieram conhecer a Bahia após a leitura da obra Jubiabá, escrita por Jorge Amado, que acabou servindo de motivação para a viagem deles”, conta Enéas Guerra, idealizador da publicação da série ‘Entre Amigos’ e responsável pela concepção, edição e design da trilogia. “Neste último livro trata-se do candomblé como fonte de inspiração para a arte peculiar de cada um desses três personagens. As ilustrações de Carybé ganham ainda mais vida quando fundidas com as fotos de Verger e com as narrativas de Jorge Amado”, define Enéas Guerra. 



    Serviço 
    O quê: Lançamento do livro Carybé, Verger & Jorge – Obás da Bahia 
    Quando: HOJE, 26 de setembro, às 19h 
    Onde: Museu de Arte Moderna da Bahia – MAM/Ba (Endereço: Avenida Contorno, S/N – Solar do Unhão) 
    Valor: No dia do lançamento R$ 70,00 cada exemplar avulso ou R$ 200,00 a luva com os três volumes. l Forma de Pagamento: à vista, cheque ou cartões de crédito 
    Editora: Fundação Pierre Verger e Solisluna 
    Entrada Franca


    Fonte: Texto & Cia

    0 comentários: