• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    “Meu Nome é Mentira” no Teatro Jorge amado




    Com a participação especial da atriz Zeca de Abreu e, após vencer o prêmio Braskem de Melhor Direção do Ano, o espetáculo MEU NOME É MENTIRA - texto e direção de Luiz Marfuz - agora entra em temporada no Teatro Jorge Amado, todas as quintas a partir do dia 26 de abril, às 20h. O texto é livremente inspirado numa fábula de Brecht e teve cinco indicações ao Prêmio Braskem de Teatro: Texto, Direção, Atriz/ Vera Pessoa e Direção Musical/Luciano Bahia. 

    São 30 personagens, 13 atores e 3 músicos em cena. A peça mostra um tribunal, montado no salão de festas de um condomínio, que transforma o julgamento de um explorador de minas numa arena de absurdos, onde testemunhas, juízes, advogados e atores se revezam no canto, na dança e na atuação para mostrar a crise da representação teatral. O espetáculo é, também, uma paródia à espetacularização dos chamados ‘julgamentos do século’, que fazem do fato uma ficção e transformam as pessoas em personagens de dramas e comédias. 

    Os atores, egressos da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia, dialogam com as estratégias do teatro épico e outras formas cênicas, como a farsa, a tragicomédia e a música brechtiana, revisitadas à luz da contemporaneidade. 


    SERVIÇO: 
    Espetáculo: Meu nome é Mentira 
    Data: Todas as quintas-feiras de abril/maio, a partir de 26/04 (somente 6 apresentações) 
    Horário: 20h 
    Local: Teatro Jorge Amado – Av. Manoel Dias da Silva, 2177 – Pituba 
    Ingresso: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia) 
    Duração: 1:30h 
    Classificação indicativa: Livre 
    Informações: 3525-9708

    Fonte: Allcance Comunicação

    0 comentários: