• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Pipas darão vida ao Pelourinho no aniversário de Salvador




    Com papéis de seda coloridos, cola branca e algumas varetas de bambu e fibra, crianças, adultos e pessoas da melhor idade criaram, sonharam e transformaram tudo em arte e pipas. Após três dias de oficinas para confecção dos brinquedos, no Solar Ferrão, os alunos vão colorir o céu do Centro Histórico de Salvador para homenagear a cidade que comemora hoje (29) 463 anos. O projeto “Arte e Alegria no Ar”, foi realizado por Eugênio Carmo de Mello, ou simplesmente Eugênio Pipa. A ação é da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI). 

    A sala em que aconteceram as oficinas recebeu alunos do Sesc que trouxeram seus pais, bailarinas da Funceb, que descobriram que as pipas são as dançarinas do céu, e senhoras do grupo Eterna Juventude, que confeccionaram pipas não só para elas, mas também para seus netos. Foram manhãs e tardes que ocasionaram alegria e aprendizado a crianças, adolescentes e idosos das comunidades do entorno do Pelourinho. 





    Os aprendizes soteropolitanos se mostraram extremamente interessados, o que surpreendeu o artista Eugênio Pipa. “As oficinas de pipas superaram as minhas expectativas. De todas as turmas que ministrei pelo Brasil, os participantes de Salvador foram os mais interessados e participativos. O carinho que recebi aqui, não tem preço”, afirma. 

    Nesta tarde, a partir das 15h, cerca de 500 pipas serão empinadas no Largo do Pelourinho, para encerrar as atividades e colorir ainda mais o Centro Histórico. 


    Serviço 
    O quê: Encerramento do projeto “Arte e Alegria no Ar” 
    Onde: Largo do Pelourinho 
    Quando: quinta-feira, 29/03, a partir das 15h 
    Quanto: Entrada Franca


    Fonte: Felipe Zamarioli - Texto & Cia

    0 comentários: