• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    200 anos da Mídia na Bahia





    Entre os dias 12 e 13 de julho (terça e quarta-feira), das 14h às 18h, o Instituto Geográfico e Histórico (IGHB) reúne especialistas, professores, estudantes e interessados para debater os 200 anos da Mídia na Bahia. O encontro faz parte das comemorações do bicentenário na imprensa, iniciadas em maio deste ano, até janeiro de 2012, quando se rememorará os 200 anos da revista As Variedades ou Ensaios de Literatura, considerada pelos estudiosos da história da imprensa brasileira como a primeira revista publicada em território nacional.
    Na pauta do ciclo de debates estão temas que incluem a história e memória da imprensa, rotinas de produção do jornalismo impresso, televisivo e digital, além de comunicação organizacional. 
    A inscrição é gratuita através do e-mail ighb@ighb.og.br, com direito a certificado. O evento conta com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado, através do Fundo de Cultura, Rádio Metrópole, TVE e Assembléia Legislativa. Mais informações no tel. 71 3329 4463 e site www..ighb.org.br
    O que:  Ciclo de debates 200 anos da mídia na Bahia
    Data : 12  e 13 de julho
    Local: Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB) – Avenida Sete de Setembro, 94-A, Piedade (Próximo à Praça da Piedade)

    Programação

    12 de julho (terça-feira): 14 h – Credenciamento e abertura
    15h – Questões não respondidas sobre os primórdios da imprensa na Bahia
    ;
    Palestrante: Nelson Cadena - Jornalista, publicitário, historiador da comunicação e colunista do jornal Correio
    15:30 – Algumas observações sobre a memória da imprensa baiana
    Palestrante: Consuelo Pondé de Sena – Historiadora, mestre em História pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), professora e presidente do IGHB
    16 h – Debate
    16:15 – Intervalo
    16:30 – Bicentenário da revista As Variedades (primeira revista cultural da Bahia, publicada em 1812)
    Palestrante: Luís Guilherme Pontes Tavares – Jornalista, especialista em História da Imprensa e coordenador do Núcleo de Estudos de História dos Impressos da Bahia (Nehib)
    17 h – Jornalista Cosme de Farias e a imprensa de Salvador
    Palestrante: Mônica Celestino - Jornalista, doutora em História pela Ufba e professora da Faculdade Social
    17:30 – Debate
    17:45 – Encerramento

    13 de julho (quarta-feira)
    14 h – Alguns desafios (atuais) da imprensa baiana no início de século XXI
    Palestrante: Giovandro Ferreira, diretor da Faculdade de Comunicação da Ufba (Facom)
    14:30 – Comunicação nas organizações: negócios, transparência e democracia
    Palestrante: Cláudio Cardoso, especialista em Relações Públicas e professor da Facom e da Escola de Administração da Ufba
    15 h – As rotinas de produção do jornalismo
    Palestrante: Linda Bezerra - Jornalista e editora do jornal Correio
    15:30 – Debate
    15:45 – Intervalo
    16 h – Telejornalismo na Bahia
    Palestrante: José Raimundo - Repórter da TV Bahia
    16:30 – Os desafios do jornalismo na era digital
    Palestrante: Sérgio Mattos - Jornalista, escritor, professor da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e membro do IGHB
    17 h – Debate
    17:15 – Apresentação musical
    17:45 – Encerramento

    Fonte: Clip Assessoria de Comunicação - Helane Aragão


    0 comentários: