• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Segunda edição do Na Trilha do Choro traz importantes nomes do cenário musical brasileiro, a partir de domingo (10), em shows gratuitos




    De domingo (10) até quarta-feira (13), o Pelourinho será palco para um dos ritmos musicais mais perenes da  cultura brasileira, através da segunda edição do projeto Na Trilha do Choro, que este ano traz importantes nomes do choro em apresentações diárias, inéditas e gratuitas ao lado do Grupo Mandaia, entre eles: Joatan Nascimento (10/04), Jota Veloso (11/04), Cicinho D’Amata e Luiza Britto (12/04) e, no dia 13, um convidado surpresa de referência nacional. Os shows acontecem no próximo domingo (10), a partir das 18h, e nos dias 11, 12 e 13, a partir das 20h, no Largo Quincas Berro D’Água, com entrada franca.

    Idealizado pelo Grupo Mandaia e realizado com recursos do edital Tô no Pelô, da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult-Ba), o Na Trilha do Choro II tem o objetivo de abrir espaço para o choro e consiste em resgatar obras consagradas de compositores e instrumentistas brasileiros e baianos de vários períodos, bem como apresentar ao público canções menos conhecidas, mesclando ao tradicional chorinho ritmos como baião, xote, samba e maracatu.

    A primeira edição do projeto (2009) levou ao Centro Histórico de Salvador nomes representativos do choro e da música instrumental, a exemplo de Armandinho, Fred Dantas, Joatan Nascimento e Surama Albuquerque, sendo sucesso de crítica e público. Assim, em 2011, o Na Trilha do Choro II reforça e dá continuidade à sua proposta de consolidar o espaço para a música instrumental em Salvador e de cativar um público fiel.

    O Na Trilha do Choro II busca fortalecer o ritmo conhecido como o jazz brasileiro, mantendo vivos os nomes que construíram uma identidade musical brasileira e enobreceram esta arte em nosso país”, explica Lula Gazineo, líder do Grupo Mandaia.

    Os shows têm duração média de 1h30 e trazem repertórios que mesclam canções autorais (a exemplo de Baião Eterno, Acorde Paulistano, Bem Brasileiro É..., Tema Para um Chorinho Bem Lento e São José), preciosidades do cancioneiro popular e músicas instrumentais, como Títulos De Nobreza (João Bosco/Aldir Blanc), Yaô (Pixinguinha/Gastão Viana), Falando de Amor (Tom Jobim), Gaúcho (Chiquinha Gonzaga), Salve Copinha (Hermeto Pascoal) e Quando Bate Uma Saudade (Paulinho Da Viola), dentre outras. A direção musical é assinada por Lula Gazineo, que por meio de arranjos modernos faz uma leitura contemporânea do choro. 


    SERVIÇO:
    O quê: Na Trilha do Choro II
    Quando: Domingo (10), às 18h; segunda, terça e quarta-feira (11, 12 e 13), às 20h
    Onde: Largo Quincas Berro D’Água – Pelourinho
    Quanto: Entrada franca

    Fonte: Josciene Santos


    0 comentários: