• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Palco do Rock



    Com o patrocínio do Governo do Estado da Bahia através da BahiaGás e apoio da Prefeitura Municipal de Salvador através da Empresa Salvador Turismo (SALTUR), o festival está garantido para a alegria de seus freqüentadores que circulam durante os quatro dias de rock and roll no lindo Coqueiral de Piatã.

    O festival segue sua linha tradicional e acontecerá entre 05 e 08 de março, durante a folia carnavalesca do Brasil. Será no mesmo lugar de sempre: o Coqueiral de Piatã. Rock and Roll à beira-mar em uma das mais belas praias de Salvador e começará às 17 horas na arena de shows.


    O Espaço Interativo do Palco do Rock trará novidades em suas atrações. Há stands como o da VACA VERDE Material Alternativo, oficial do evento - que acolhe e expõe para aquisição direta do público dos materiais produzidos pelas bandas que vão tocar –, da ONG Mergulho Cidadão – que promove a reflexão preventiva sobre os riscos de acidentes raquimedulares por mergulho em águas rasas - stand de Saúde e Ecologia – com distribuição de mudas de árvores, entre outros. Também estão previstas muitas intervenções culturais e atrações que interagirão com o público com temas sobre saúde, poesia, preservação ambiental, sustentabilidade, ética, defesa dos direitos humanos e condutas para a não-violência, entre outros. Entre as atrações, os DJ’s Raminho e Luh Muhana fazem a festa pra galera, além da Rave Zombie com o DJ Vertigo. Destaque também para a banda Mensageiros do Vento com o projeto Rockstória do Brasil e o Workshow de Guitarra com RICARDO PRIMATA.

    Responsabilidade social

    O Palco do Rock é todo engajado, como as já listadas as preocupações com meio ambiente, saúde, direitos humanos, educação, ética e condutas que levam a não-violência.

    Todos os anos há uma campanha solidária, e este ano solicitamos a quem vem ao Palco do Rock que traga um pacote do alimento que todos nós necessitamos após a saída do ventre materno: leite. Muitas crianças precisam de leite, mas as condições sociais não permitem que o alimento chegue nessas mesas. Portanto, o Palco do Rock quer assumir mais uma vez sua responsabilidade social, buscando compromisso de colaborar com a sociedade e levar às famílias carentes um alento, mesmo que pouco, mas fazer.

    Palco Principal

    Deixamos o melhor pro final.

    A ansiedade aumentou nas últimas semanas e muitas notícias vazaram. Mas se você, caro leitor, já veio direto aqui para saber quais são as bandas, perdeu logo acima inúmeras informações que justificam essa grade. Então, não deixe de ler tudo. Não fique desinformado sobre as ações da ACCRBA e sobre os trâmites que envolvem o Palco do Rock e você, enquanto público freqüentador, independente de banda predileta ou de estilo favorito.

    Por adequação de investimentos, foi reduzido para 32 o número de bandas. Quatro atrações ficaram de fora, mas entendemos que com os nomes que os senhores estão prestes a ler, haverá superação de expectativas e quatro bandas a menos não farão tanta diferença assim...

    O Palco do rock trata diretamente com o intercâmbio desde seu início.

    Aos 17 anos de existência, idealizado para acolher bandas independentes de circulação, tocaram mais de 470 (quatrocentas e setenta) bandas independentes da Bahia e mais de 75 (setenta e cinco) de outros estados do Brasil e até países, fomentando também o aspecto turístico e de intercâmbio de culturas. Bandas como: Phantom Rockers (USA), Underschool Element (Suiça), Plebe Rude (DF), Inocentes (SP), Dead Fish (ES), Cólera (SP), Korzus (SP), Sem Destino (DF), Imortallis (Portugal), Slug (DF), Imago Mortis (RJ), Drowned (MG), A.L.M.A. (CE), Chipset Zero (SP), Maldita (RJ), Delinqüentes (PA), Jolly Joker (PA), Playground (SP), Hargos (MG), Zefirina Bomba (PB), Varial (AL), Choke (PR), Agrotóxico (SP), Etno (DF), Suprema (SP), Astafix (SP), entre várias outras, elevaram o festival.

    Falando das locais, que são reconhecidas como nacionais, temos a Ulo Selvagem, Headhunter D.C., Mystifier, Cascadura, The Dead Billies, Úteros em Fúria, Tamima Brasil, Álvaro Assmar, Pitty, Maria Bacana, Dois Sapos e Meio, Lisergia, Malefactor, Yonsen Maia, Cobalto, Meteora, Bruno Nunes com Brian Knave (baterista do Jonh Lee Hooker), Ênio e a Maloca, Vivendo do Ócio, Vendo 147, etc.

    Serviço:
    Festival Palco do Rock 2011, 17ª Edição
    De 05 à 08 de março de 2011
    Coqueiral da Praia de Piatã
    17:00h
    Gratuito

    05/03 - Sábado

    Norfist (Lauro de Freitas/BA)
    Templarius
    Siege of Hate (CE)
    Cama de Jornal (Vitória da Conquista / BA)
    Álvaro Assmar
    Malefactor
    Pastel de Miolos (Lauro de Freitas / BA)
    Acanon

    06/03 - Domingo
    Buster
    Ignivomus
    Ênio e a Maloca
    Savant Inc. (SP)
    Mingmen (SUIÇA)
    Mercenárias (SP)
    Vendo 147
    Rattle

    07/03 - Segunda
    Chip Trio
    Incrédula
    NôNEIME (Valente / BA)
    Ulo Selvagem
    Baranga (SP)
    Claustrofobia (SP)
    Riverdies (RJ)
    Human (Santa Bárbara / BA)

    08/03 - Terça
    Attemporais
    Código Remoto
    Fridha
    Minus Blindness
    Trampa (DF)
    Velhas Virgens (SP)
    Clube de Patifes (Feira de Santana / BA)
    Act Of Revenge





    0 comentários: