• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    “Escutando Magary” apresenta o singular Black Semba baiano



    O próximo dia 27 de janeiro será marcado pelo lançamento do CD “Escutando Magary”, do cantor e compositor Magary Lord, às 21h, no Largo Pedro Archanjo, Pelourinho. A apresentação faz parte da agenda do Pelourinho Cultural, programa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-Ba) e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC). O artista promete uma apresentação surpreendente, com hits em primeira mão, num repertório inédito que traz influências da black music, soul, samba reggae, samba rock e samba de bordão, resultando no particular Black Semba, inspirado no Semba de Angola. “Nosso ritmo é resultado de uma pesquisa extensa em Internet, em livros, sobre essas diversas influências. O resultado é o Black Semba, e o Semba é o pai do samba”, explica Magary. Como convidados mais que especiais, o cantor traz dois grandes nomes de sucesso, Lazzo Matumbi, que dentre suas composições famosas estão “Me Abraça e Me Beija”, “Do Jeito que seu Nego Gosta” e “Alegria da Cidade” e o multi-instrumentista, cantor e compositor Luiz Caldas, um dos precursores da Axé Music e referência no cenário nacional.


    Para o evento, ele também reservou outras composições próprias e de sucesso como “Pessoal particular”, que estourou na voz de Seu Jorge, “Dança do joelho” e “Circulou”. “Decidimos lançar o CD no Pelourinho porque é nossa casa, a energia é especial. Nossa música tem muita afinidade com o lugar”, conta Magary. Ele, que atrai a participação expressiva do público, mantém expectativas positivas para o lançamento do seu novo CD. “Quando a gente começa a fazer nosso grito de guerra, o ‘Yêba! Yêba!’, as pessoas interagem e fazem uma festa! Percebo que nosso público está crescendo, o largo fica cheio. Com o Pelourinho Cultural apoiando nosso trabalho, ele fortalece ainda mais”, revela Magary.


    Além de prometer muita agitação para os ouvintes, o artista diz que a grande prioridade também é transmitir mensagens positivas, em momentos de descontração. “A música está passando por uma fase difícil e me preocupo com a mensagem que passamos. O microfone na mão é uma arma. Transmitimos sempre a mensagem de estar bem, de viver bem, de alegria e paz”, conclui.


    SERVIÇO

    Escutando Magary

    Onde: Largo Pedro Archanjo, Pelourinho.

    Quando: 27 de janeiro

    Horário: 21h

    Quanto: R$ 20,00 (Inteira) com direito ao CD “Escutando Magary”


    Fonte: Texto & Cia


    0 comentários: