• Um caldeirão de pura cultura baiana

    Forró na Bahia

    Orlando Costa fará show de percussão no Pelourinho




    A batida do tambor é a soma de todos os ritmos. Baiano, o percussionista Orlando Costa descreve assim a sua arte de criar música. Nascido e criado na cidade baixa, Orlando estará com o seu show intitulado “Eu por que sou percussivo” na Praça Tereza Batista todas as quintas-feiras do mês de outubro, às 21h. O show faz parte da programação do Tô no Pelô, edital realizado com recursos do Fundo de Cultura da Bahia, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia em parceria com o Programa Pelourinho Cultural e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC).

    Logo no início de sua carreira integrou-se na Banda Mel. Com o crescimento de seu talento e reconhecimento do público, passou a ser convidado a participar de trabalhos conjuntos com grandes nomes da música brasileira como Marisa Monte, Ney Matogrosso, Carlinhos Brown, Caetano Veloso, Zélia Duncan e Jorge Vercilo, artista que Orlando acompanha hoje, e muito outros.


    Com o reconhecimento adquirido no decorrer de sua carreira de 22 anos, Orlando decidiu trazer a Salvador o seu projeto Eu Porque Sou Percussivo, em que o artista montará uma verdadeira balada de percussão com o acervo de instrumentos pinçados em diversos lugares do mundo. O projeto consiste em uma série de apresentações gratuitas no Pelourinho com o apoio do Pelourinho Cultural, programa ligado à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia através do IPAC. O Centro Histórico para o percussionista é um lugar que o remete a várias lembranças boas de sua cidade natal. “Eu gosto muito do Pelourinho. A importância dele é muito grande para mim, é um lugar que tem uma história, que carrega o tambor. Para mim, fazer um show gratuito [no Pelô] é maravilhoso, e eu fico emocionado”.

    O músico irá mostrar o seu talento instrumental acompanhado por músicos baianos, e com a participação de seu filho e de seu pai. O grupo que acompanhará Orlando é composto por Felipe Alexandre, Binho Cunha e Gilvan Oliveira na percussão, Marcelo Galter e Bruno Aranha no teclado, Alex Mesquita na guitarra, Tito Oliveira e André Becker no sax, e Ldson Galter no baixo. Como convidados especiais da noite, irão participar o pai do artista, Sr. Jurandir Costa, e o filho de Orlando, Luan Costa, de 16 anos. Além da família Costa, subirá ainda ao palco o amigo Jackson Dantas. “Vou pedir licença aos integrantes da banda e abrir o espaço para a minha família. Nós vamos tocar alguns sambas, composições de Jurandir Costa”.



    Serviço:

    EU POR QUE SOU PERCUSSIVO

    Quando: 7, 14, 21 e 28 de outubro (quintas-feiras)

    Horário: 21h

    Onde: Largo Tereza Batista, Pelourinho

    Quanto: Gratuito


    0 comentários: